Laura Bacellar

Meu nome é Laura Bacellar e trabalho no mercado editorial desde 1983. Sou formada em editoração pela ECA/USP e amo livros. Para saber mais, vá na aba "Quem Somos" do menu principal.

9 comentários até agora

  1. wender braido
    17 de março de 2017 @ 18:20

    Ola´boa tarde!
    Bom,não tenho palavras para me expressar !
    Vou dizer a vc,eu escrevi essa história,Que é um fato,não com intuito de publicar.
    Mais em uma forma de desabafar meus sentimentos!
    E quando vi já tinha escrito muita coisa e pensei que poderia virar um livro!
    Estou desempregado,a tempos que nem bico faço e não tenho como publicar pois sem dinheiro não rola!
    Eu acreditava que uma editora,avaliava e publicava!
    E eu ganhava uma parte pelas suas vendas!
    Pois para mim só em ser publicado já estava bom!
    mais me enganei! voçê pode me ajudar?

    Reply

    • Laura Bacellar
      22 de março de 2017 @ 16:56

      Wender,
      isso é o que acontece quando uma editora tradicional, comercial, publica a sua obra. Portanto, procure uma editora.
      Se o seu material não for aceito, tente entender de que forma torná-lo mais atraente para potenciais leitores e tente de novo as editoras.
      É isso.

      Reply

  2. isaque baliza de azevedo
    29 de abril de 2017 @ 11:04

    não me reconheço um autor. apenas querendo expressar meus sentimentos pessoais, resolvi escrever a história de meus pais que eram camponeses e tiveram uma vida muito sofrida, vivendo numa tamanha pobreza, lutando pela sobrevivência de seus dez filhos. ao terminar meu rascunho, fiquei empolgado em edita- lo. não sei se fui feliz em colocar seu título como: “eramos doze”. não ficou uma historia grande, mais dá pra sair um livreto. O que você diria para mim?

    Reply

  3. Luciano
    8 de junho de 2017 @ 14:18

    Eu tenho tentado me fazer conhecido escrevendo para um jornal, até que às vezes sou publicado, mas uma coluna de opinião com ae 1500 caracteres dis muito pouco sobre mim que gosto mais do gênero narrativo do que o dissertativo. Eu entendo porque o jornal não publica sempre os meus artigos: para não criar vínculo.

    Reply

    • Laura Bacellar
      10 de junho de 2017 @ 21:04

      Escreva de maneira mais sistemática, faça um blog ou uma página do face, por exemplo. E aborde temas próximos do livro que vc escreveu ou pretende escrever.

      Reply

  4. Saulo Bueno
    16 de janeiro de 2019 @ 19:44

    Olá Sra. Laura, tudo bem?

    Comecei a escrever em 2016 com artigos. Hoje tenho um blog onde publico textos dissertativos periodicamente, sou colunista de um jornal colombiano e de uma revista online em minha cidade (Lençóis Paulista – SP).
    Além disso, mais dois jornais da região onde moro (Jaú e Lençóis Pta) publicam meus artigos todas as vezes que envio (uma frequência mensal, aproximadamente).
    Para mim já é uma imensa conquista, pois sempre adorei escrever sobre diversos temas e tenho conseguido aperfeiçoar este hábito com as oportunidades que os jornais me concedem.
    Saber que sou lido e que posso alcançar novos leitores me deixa imensamente grato. Mas sinto que tenho muito a melhorar e devo buscar algo mais. Já tenho a ideia de escrever meu primeiro livro, porém não sei por onde começar. Estou adorando as dicas em seu blog, espero logo poder colocar as ideias no papel e quem sabe ser publicado. Você me recomendaria algo?
    Abraço,
    Saulo

    Reply

    • Laura Bacellar
      16 de janeiro de 2019 @ 19:52

      Saulo,
      recomendo escolher um núcleo temático que seja muito impactante para seu público e abordá-lo de vários ângulos. Digamos, se vc fosse falar de depressão, poderia descrevê-la, seus efeitos, como as pessoa em volta a percebem, mitos, preconceitos e por aí vai. Escolha algo e vá um pouco mais fundo que artigos, para os leitores sentirem que vale a pena ler um livro a respeito.

      Reply

      • Saulo Bueno
        17 de janeiro de 2019 @ 09:56

        Perfeito, Laura!
        Muito obrigado pela dica. Vou pensar a respeito e começar os trabalhos!
        Abraço!

        Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *