Laura Bacellar

Meu nome é Laura Bacellar e trabalho no mercado editorial desde 1983. Sou formada em editoração pela ECA/USP e amo livros. Para saber mais, vá na aba "Quem Somos" do menu principal.

15 comentários até agora

  1. Ivam de Melo Regis
    8 de janeiro de 2017 @ 11:45

    Tenho vários textos poéticos publicados no site Webartigos.com. Tenho desejo de publicá-los em livro. Como faço?

    Reply

  2. Jairo dos Santos
    2 de março de 2017 @ 11:55

    Publiquei um livro mas, como todo Brasileiro que não tem recursos, ficam a mercê de aproveitadores:Dai meus sonhos ficou incompleto por isso estou procurando 1 Editora.

    Reply

    • Laura Bacellar
      2 de março de 2017 @ 12:55

      olá Jairo,
      na verdade os aproveitadores atacam quem tem recursos, e não é uma questão de brasileiros, isso acontece no exterior também.
      É difícil publicar poesia, pense em formas de divulgá-la antes. Podcasts são uma área ainda pouco explorada por poetas.

      Reply

  3. Francisco Lima dos Santos
    5 de maio de 2017 @ 13:08

    Quero publicar um de meus poemas na internet. Como eu faco para conseguir

    Reply

  4. Keliane
    17 de setembro de 2017 @ 13:13

    Olá meu nome e keliane é quero deixar minha poesia aqui para vocês.

    Reply

  5. Francisco Pereira
    15 de janeiro de 2018 @ 07:03

    PARABÉNS
    Ótima ajuda, tenho um livro pronto de poemas e não consigo publica-lo gratuitamente. Gostaria de saber se existe alguma editora séria para mim pagar a publicação de poucos exemplares.

    O GRITO.

    Nesta nossa vida efêmera
    Repleta de quimera
    Estamos destruindo onde pisamos,
    Fiz e faço minha parte
    Faça você sua arte,
    Antes que todos nós assamos.

    A Mãe terra esta gritando
    E você cantando,
    A nossa ultima canção,
    A Mãe terra pertence a todos
    Como também a ninguém; e os lodos.
    Estão secos; como seu coração.

    A Mãe terra foi presente
    Para todos; mas derrepente.
    Todos a sugam; impiedosos,
    Ninguém faz nada
    Pois solta esta a manada
    Que não chegará aos idosos.

    “Os dinossauros tinham um cérebro do tamanho de uma nozes, e mesmo assim dominaram o mundo a 60 milhões de anos”.

    grato

    Reply

  6. Francisco Pereira
    15 de janeiro de 2018 @ 07:15

    Sou agricultor e tenho um livro para publica-lo, pois tenho a intenção de vender para os brasileiros durante minha campanha para Presidente da Republica, como forma de ajuda em minha campanha. Cansei de ver o sofrimento do povo brasileiro e ninguém faz nada. Vou largar tudo e tentar me candidatar, pois do jeito que esta não dá.
    “De as pessoas emprego que outras coisas elas compram”
    Francisco Carlos Pereira.

    Se alguma alma bondosa puder me estender a mão e me ajudar nesta nova jornada o povo brasileiro um dia agradecerá.
    Tenho muitas ideias que certamente ajudará a tirar o Brasil deste calabouço que estes negadores do Brasil o colocaram.

    “Que o Joaquim que era dos Reis, enquanto o outro era povo”
    Me ajudem.
    Grato.

    Reply

    • Laura Bacellar
      15 de janeiro de 2018 @ 11:40

      Francisco,
      procure criar presença na internet antes de pedir ajuda para que alguém banque seu livro. É ótimo que vc queira melhorar o Brasil, mas vc precisa do engajamento de outros cidadãos. Sugiro um blog e provocação para ver o que acontece. Busque seguidores.
      um abraço

      Reply

  7. alceu floriano muzy
    29 de abril de 2019 @ 17:10

    Tenho várias poesias escritas, faço por distração,vou colocar uma ok

    MEU PENSAR
    O OLHAR NO ESPELHO É A EXPRESSÃO DA MENTE
    VOCÊ VÊ O INFINITO DE UMA FORMA DIFERENTE ,SUSTENTA O PESO DA EXPRESSÃO COM A LEVEZA DO SEU PENSAMENTO
    ONDE VÊ A REALIDADE ACIMA DA VISÃO NORMAL DO SER HUMANO
    PECA AO CONTESTAR SEU DESAGRADO AO APAGAR A LUZ ONDE TALVEZ NÃO VEJA NADA
    MAS A REALIDADE ESTA A SUA FRENTE.

    Reply

  8. Valmir Vitor
    3 de julho de 2019 @ 09:57

    Se o Alceu pode colocar uma, eu tambem posso: Titulo: Sonho de Meninos ((Devidamente registrada)

    De todos os sonhos que tive em menino, numca sonhei um dia em versificar, eu queria mesmo e jogar bola, e num gol daqueles de placa me consagra. Correr pra galera em festa com louca alegria, gritando golaço, golaço, tá lá e tá lá e a noitinha quem sabe junto aos amigos, a toda hora o golaço comentar. Então, num daqueles momentos difíceis da vida, por falsos amigos e caminhos deixei-me levar, só muito mais tarde percebi que fique na cara do gol e perdi. E agora como posso entender essa chance que os céus veio me dar, quando durmo, faço versos a valer, quando acordo, eu só quero é versificar. “Sonhos de Menino” livro há lançar. Mas falta dindin. Aceito colaboração e parceria.

    Reply

  9. Fernanda
    10 de julho de 2019 @ 15:29

    Com a sinfônia da noite eu não irei me reconstruir , apenas quero ir contra o tempo e eu apenas direi dance comigo , pq eu cansei espero que algum dia você não seja amor sim apenas pedaços de um amo

    Por favor vc poderia colocar um comentário falando se esta Boa a minha poesia ou se está faltando algo preciso de críticas construtivas

    Reply

    • Fernanda
      10 de julho de 2019 @ 15:31

      Com a sinfônia da noite eu não irei me reconstruir , apenas quero ir contra o tempo e eu apenas direi dance comigo , pq eu cansei espero que algum dia você não seja amor sim apenas pedaços de um beijo

      Por favor vc poderia colocar um comentário falando se esta Boa a minha poesia ou se está faltando algo preciso de críticas construtivas

      Reply

      • Laura Bacellar
        13 de julho de 2019 @ 16:41

        Fernanda,
        poste no instagram. Muitos poetas têm se dado bem por lá. Se as pessoas derem like, vc sabe que agradou…

        Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *