Laura Bacellar

Meu nome é Laura Bacellar e trabalho no mercado editorial desde 1983. Sou formada em editoração pela ECA/USP e amo livros. Para saber mais, vá na aba "Quem Somos" do menu principal.

10 comentários até agora

  1. Divany silvera
    18 de dezembro de 2015 @ 17:22

    LAURA, vocês são uns carrapatos , mas uns carrapatos úteis, pois não deixam aqueles que sonham esmorecer.tenho um problema, alias, 03 para levantar meu projeto, pois tenho artrte em dois dedos da mão e embora ja tenha um esqueleto estou instalando um aplicativo no meu computador que edta a fala(se puder dar uma dica, aceito)para prosseguir. Já, ja ,volto a te importunar.Parabéns !1!1 divany
    silveira-Sete Lagoas-mg

    Reply

    • Laura Bacellar
      18 de dezembro de 2015 @ 17:41

      carrapatos? É a primeira vez que me descrevem assim…

      Reply

  2. Anna Carolina Oliveira
    25 de abril de 2016 @ 15:08

    Oi, estou conhecendo esta ferramenta de auxílio (assim considero) hoje.
    Meu primeiro comentário:
    De todas as matérias ou instruções (que li até o momento), esta é uma explicação clara do que escreve, consegue prender nossa atenção até o final de todos os textos.
    Parabéns e obrigada por compartilharem seu conhecimento conosco.
    Abraço, até o próximo comentário.

    Reply

  3. Clodoaldo vieira
    26 de setembro de 2016 @ 00:24

    oi, gostaria de escrever meu livro pois tenho uma história linda de vida,já fui bóia fria e já trabalhei em mais de 15 profissões e atualmente sou professor de ed. física,no momento passou por um grande problema com minha esposa do segundo casamento,no qual eu e ela estamos enfrentando um cancer no qual o diagnostico não é dos melhores.fui para faculdade aos 38 anos já tivi muitas dificuldade na faculdade pois o meu estudo sempre foi muito pouco e minha escrita não é das melhores,se vc pode me ajudar tenho certeza que que vai colher muito com a minha história também.

    grato: Clodoaldo vieira.

    Reply

    • Laura Bacellar
      27 de setembro de 2016 @ 20:10

      Clodoaldo,
      escreva seu história. Leia algumas biografias antes, para sentir como se faz, depois arrisque. Autenticidade é um bem precioso na escrita, se vc contar sua história da maneira mais honesta que conseguir, tem chance de conseguir leitores.
      o mercado não tem prezado tanto erudição, mas sim boas histórias.

      Reply

  4. Maria Suziany
    11 de maio de 2017 @ 17:20

    Olá!
    Faz tempo que venho pensando em escrever um livro.
    De como o estudo mudou a minha vida.
    Com muitas superações.

    Reply

  5. Jéssica Borges
    31 de maio de 2019 @ 10:53

    Oi, sempre que posso acompanho seus posts e vídeos, e gosto muito das suas dicas. Esse artigo principalmente me serviu muito, pois acho que sou a pessoa mais insegura do mundo. Escrevo e depois fico achando ruim o que escrevi, porém eu amo escrever. Desde criança comecei(com poemas) e sempre que comentava com alguém e ouvia alguma piadinha ficava mal, inclusive parei de escrever e joguei poemas, letras de músicas e um romance,que eu tinha começado, fora. Só a pouco tempo voltei a escrever, ainda escrevo poemas, mas sei que não tem muito futuro. Estou mais focada em escrever um livro, já comecei vários, mas sempre parece que surge uma ideia melhor e acaba que não terminei nenhum. Tenho ainda receio de críticas, vergonha também eu acho. Só que ainda pretendo colocar pelo menos no wattpad alguma coisa futuramente. A pergunta é meio nada a ver mas, bom você acha que romances de fantasia com vampiros e/ou lobisomens tem mercado ainda ou já virou aqueles clichês que ninguém mais aguenta(mesmo tendo seus diferenciais)? Desde já agradeço, desculpe o tamanho do texto. Parabéns pelo seu trabalho, abraço!

    Reply

    • Laura Bacellar
      31 de maio de 2019 @ 12:45

      oi Jéssica,
      obrigada. Vampiros e lobisomens estão de fato um pouco usados demais, mas se vc vier com um diferencial forte, interessante, pode reabrir o interesse por esse tipo de fantasia. Foi o que Anne Rice fez lá na década de 80, foi o que Crepúsculo causou em 2005, o que o movimento steampunk causa até hoje. Tudo é possível, mas há que evitar clichês.

      Reply

  6. Samara Domingos Sousa
    1 de agosto de 2019 @ 11:54

    Olá, meu nome é Samara, estou escrevendo um livro e gostaria de ter uma opinião de como ele está ficando, sempre como escrever uma história, mais nunca termino, por que acho que não ta bom. Pode me ajudar? É uma comédia romântica.

    Reply

    • Laura Bacellar
      23 de agosto de 2019 @ 17:25

      Esperimente postar, Samara. O Wattpad é excelente para medir a reação de leitores.

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *