Laura Bacellar

Meu nome é Laura Bacellar e trabalho no mercado editorial desde 1983. Sou formada em editoração pela ECA/USP e amo livros. Para saber mais, vá na aba "Quem Somos" do menu principal.

33 comentários até agora

  1. Jesse Rainer
    25 de abril de 2017 @ 00:10

    Amei o site, estão de parabens!

    Reply

  2. Rolando
    11 de setembro de 2017 @ 22:18

    Gostei.

    Reply

  3. Silmar Pereira
    27 de outubro de 2017 @ 14:27

    Muito esclarecedor este texto, me fez reconsiderar alguns conceitos equivocados que tinha. Obrigado.

    Reply

  4. Joyce
    2 de novembro de 2017 @ 00:00

    Muito bom

    Reply

  5. Bia Albino
    4 de janeiro de 2018 @ 14:42

    Sou professora e estou escrevendo um livro, acho muito empolgante o tema abordado e imagino que as mulheres gostariam de lê-lo e os homens também se degustaria em conhecer o universo feminino. Mas fiquei um pouco desanimada com tanta dificuldade no processo de impressão e divulgação.

    Reply

    • Laura Bacellar
      9 de janeiro de 2018 @ 15:10

      olá Bia,
      olhe, no momento questões femininas, de gênero, estão em alta, sugiro que arrisque. Quando um tema está muito na cabeça, nas discussões das pessoas, as editoras se arriscam mais.

      Reply

  6. murilo domiciano
    5 de fevereiro de 2018 @ 10:41

    Tenho inúmeras histórias que gostaria de contar , porém há uma em especial que acredito ser a melhor história que já inventei, mas não gostaria de vê-la empoeirada em alguma prateleira. Seria uma boa ideia publicar outras histórias, antes de arriscar tudo nessa história dos meus sonhos?

    Reply

    • Laura Bacellar
      27 de abril de 2018 @ 21:35

      Murilo,
      eu arriscaria fazer o melhor. Quem sabe se, depois de escrever sua melhor história, vc não tem uma ideia para outra melhor ainda?

      Reply

  7. Sebastian Silva
    12 de março de 2018 @ 13:10

    Escrevo sobre contos de terror e peças de Teatro

    Reply

  8. Tiago Mendonça deFreitas
    25 de maio de 2018 @ 00:39

    Eu gosto muito de escrever e sempre amei a leitura sou apaixonado de ser o novo escritor, eu tenho muito orgulho de trabalhar muito como escritor que é a minha vida.

    Reply

  9. Tiago Mendonça deFreitas
    25 de maio de 2018 @ 00:48

    Estou contando sobre a minha vida e também sobre o meu Pesadel

    Reply

  10. Fabio Henrique
    13 de junho de 2018 @ 12:55

    Tenho uma cartilha de 30 paginas com ilustração, resultado de minha dissertação de mestrado, recebi uma proposta da prefeitura onde aconteceu a pesquisa para publica-la mas não sei como cobrar pelo meu trabalho de escritor. Como devo cobrar pelo meu trabalho já que a publicação será por conta da prefeitura?

    Reply

    • Laura Bacellar
      5 de julho de 2018 @ 11:30

      olá Fabio,
      cobre o que você achar razoável. Não há tabelas para isso. Mil reais? Três mil? Cinco? Calcule quantas cópias vão fazer, para o que vão usar e o quanto você quer colaborar.

      Reply

  11. Marcos Cantuária
    19 de junho de 2018 @ 00:16

    Olá, admirável seu trabalho. Por vezes escrevi fatos ocorridos em minha vida de conotação triste e sofrida porém extremamente hilário. Para que você tenha noção segue um de meus títulos: Sacanagem, sobrevivência ou 171.

    Reply

    • Laura Bacellar
      5 de julho de 2018 @ 11:09

      Marcos,
      a própria vida é material de muitos, senão todos, escritores, claro que trabalhada com certa arte para ficar mais literária.
      Observe bem o que acontece e experimente contar de maneiras diferentes, testando para ver o que dá melhor impacto nos leitores.
      boa sorte.

      Reply

  12. Erickson
    1 de julho de 2018 @ 11:48

    Olá…meu nome é Erickson Moreira de Paula Marinho…
    Há tempos escrevo poesias.
    Estou trabalhando em um projeto chamado “300 UNIVERSOS” como propriamente dito, são 300 poemas, dentre eles algumas redações… Está difícil achar alguma editora. Se desejar tem mando em pdf uma parte do projeto…

    Reply

    • Laura Bacellar
      5 de julho de 2018 @ 11:04

      Erickson,
      poesia é difícil mesmo de publicar, são poucas as editoras que arriscam. O problema é que não há muitos leitores que comprem livros de poetas atuais.
      Sugiro que trabalhe sua presença na internet, pense em tornar-se conhecido. Esse é o caminho para se publicar.
      Faça saraus presenciais ou virtuais, imagine modos de colocar sua poesia em locais onde haja público.

      Reply

  13. Wellington
    19 de julho de 2018 @ 10:19

    Olá! Gostei muito do site (e finalmente achei um assim). Eu queria saber o seguinte: Estou pretendendo fazer uma coleção de poemas e fábulas de autores diversos e publicar em um livro para o público infantil e infanto-juvenil. Como devo proceder com os direitos autorais destes poemas? Apenas publicar o Livro com referências bibliográficas dos respectivos autores é válido? O que eu faço?
    *No livro há também textos elaboramos por mim mesmo.

    Reply

    • Laura Bacellar
      1 de setembro de 2018 @ 18:13

      Welligton,
      vc precisa verificar se os textos estão em domínio público (o que costuma ocorrer 70 anos após a morte do autor) ou então negociar com quem detém os direitos para que dêem permissão. Um por um, por escrito. Talvez peçam para que vc pague alguma coisa.

      Reply

  14. andre luis da silva
    28 de agosto de 2018 @ 23:34

    escrevi minha historia onde conto sobre prisão fugas corrupição e morte no sistema drogas assaltos e como dei a volta por cima

    Reply

  15. Lara
    10 de setembro de 2018 @ 12:56

    Olá,tenho 2 história bem elaboradas na minha cabeça e realmente creio que são, pois tenho todas as falas e acontecimentos bem em mente mas sinto dificuldade pra escrevelas no papel (não sei ao certo se é um bloqueio criativo ou o processo se torna exaustivo porque uso uma maquina de escrever, que por muitos anos tem se tornado meu único recurso…) poderia me dar algumas dicas ?

    Reply

    • Laura Bacellar
      11 de outubro de 2018 @ 14:22

      oi Lara,
      vc precisa fazer experiências. Escrever a mão, no computador, gravar e depois transcrever… Tente de vários jeitos até ver o que funciona. Experimente também escrever uma outra história, mais curta e simples, para ver se é mais fácil. Escrever é em parte treino, a gente precisa se acostumar com o ofício.

      Reply

  16. André Luis da Silva
    12 de outubro de 2018 @ 03:35

    Olá tenho uma história pronta pode me ajudar a pública?

    Reply

  17. Laura Fernandes Oliveira
    18 de novembro de 2018 @ 19:35

    Olá, eu me chamo Laura Fernandes e eu adoro ler livros sou nordestina tenho apenas 11 anos e quero muito ser uma editora é um sonho meu por isso não quero esperar.

    Reply

    • Laura Bacellar
      21 de novembro de 2018 @ 09:47

      oi Laura,
      aos 11 anos não dá para vc ser editora hehehe. Mas vc pode ler muito e pensar em estudar Produção Editorial. Ou ir estudando pela internet tudo que encontrar sobre revisão de texto, produção editorial, produção gráfica… E ler muito, muito mesmo. Editor tem uma bagagem cultural ampla.

      Reply

  18. Gisele
    8 de dezembro de 2018 @ 00:57

    Olá, tenho escrito um livro infantil, e quero publicar, é meu primeiro livro, alguma editora especifica para esse tipo de gênero, para me recomendar?
    Grata!

    Reply

  19. Lucélia Coelho Carvalho
    26 de janeiro de 2019 @ 01:41

    Olá estou escrevendo uma auto biografia , de auto ajuda contando toda minha experiência de vida na presença de Deus , e depois fora da presença dele , e quando realmente Jesus Cristo me resgata de volta para servir a ele tudo com referências bíblicas .
    O que vc acha ? Devo continuar escrevendo ?

    Reply

    • Laura Bacellar
      28 de janeiro de 2019 @ 18:59

      oi Lucélia,
      dê uma lida nas biografias e depoimentos de pessoas que passaram por experiências semelhantes e veja se o que vc conta tem algo de diferente. Experiências religiosas costumam encantar os fieis daquela religião, mas precisam ser contadas de uma forma interessante. Verifique o que já existe.

      Reply

  20. Gih
    26 de fevereiro de 2019 @ 01:29

    Olá Laura! Amei seu blog!

    Obrigada por tamanho desprendimento, principalmente de tempo, afinal há muitas dúvidas que povoam a nossa cabeça de iniciante, e poder encontrar essas respostas é um alento.

    Amo ler e, há algum tempo, tenho lido muitos livros infantis por conta do meu pimpolho.

    Entretanto algo que sempre me incomodou foi o fato de poucas obras serem adequadas à idade proposta, e muitas, mas muitas mesmo, têm estórias tristes ou inconvenientes. É sério. Quando estou lendo para meu filho de três anos, sempre tenho que inventar e acabo criando uma nova história, aproveitando apenas as imagens. Certo dia, pensei: posso fazer melhor, por que não tentar escrever?

    E assim escrevi um primeiro livro para crianças. Quanto às continuação, pensei em fazê-la de forma seriada, aprofundando a história de cada personagem nos livros seguintes. Assim sendo, o primeiro livro seria um panorama geral, com os demais livros abordando as vivências dos personagens, com suas características que remetem às questões de convivência com o outro, autoestima etc.

    Penso em publicar por conta própria, porque fiz as contas e não vi vantagem para um iniciante publicar numa editora que o aceitará, mas pouco lutará por sua divulgação,pelo pouco que li aqui.

    Entretanto, ao tentar fazer tudo, sem ter experiência no ramo editorial, meu temor é que ou o acabamento fique muito amador ou eu adote uma estratégia errada para a divulgação.

    Se não for pedir muito, você teria alguma dica em especial?

    Já li muitos posts seus, que foram para mim como andar atrás de Moisés no Mar Vermelho(risos, juro que foi exatamente assim que me senti lendo seus posts…foi como ver você abrindo um oceano de possibilidades aqui), principalmente a postagem sobre o rapaz que publicou A Batalha do Apocalipse.

    Contudo fico nessa batalha interna e meu receio é o de talvez afundar uma história bacana por erros banais. Agradeço desde já, Gih.

    Reply

    • Laura Bacellar
      5 de março de 2019 @ 19:06

      Gih,
      livros infantis são um pouco mais difíceis de fazer por conta das ilustrações. Nem sempre é fácil encontrar um profissional na mesma frequência da obra, que contribua e não apenas ilustre. Quando a pessoa é boa, costuma ser cara.
      Tente enviar para editoras antes.
      Se não quiser de jeito nenhum, vá atrás de bastante informação sobre impressão, como funciona. Vc vai precisar contratar alguém para fazer a produção gráfica da obra (diagramação e acompanhamento de impressão) e aprender o máximo sobre isso.
      Respondi?

      Reply

  21. EDD NASC
    24 de outubro de 2019 @ 21:34

    BOA NOITE!!
    ESCREVI UM ROMANCE DE REALIDADE FANTÁSTICA, VAMOS DIZER ASSIM, E GOSTARIA DE SABER SUA OPINIÃO EM PUBLICÁ-LO PELA AMAZON KINDLE. OBRIGADO!

    Reply

    • Laura Bacellar
      27 de outubro de 2019 @ 17:58

      olhe, vc não gasta muito, mas se não fizer marketing para levar potenciais leitores ao seu livro, ele dificilmente vai acontecer. Mesmo vc colocando de graça por um tempo no KDP, sozinho o livro não anda.

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *