Laura Bacellar

Meu nome é Laura Bacellar e trabalho no mercado editorial desde 1983. Sou formada em editoração pela ECA/USP e amo livros. Para saber mais, vá na aba "Quem Somos" do menu principal.

9 comentários até agora

  1. Carlos Dente
    5 de dezembro de 2017 @ 10:40

    Obrigado pela sinceridade. Não ajuda nossa auto-estima, mas desafia nossa perseverança e alimenta nossa determinação.

    Reply

    • Laura Bacellar
      6 de dezembro de 2017 @ 16:03

      boa sorte, Carlos. Depois volte aqui e conte o que der certo para vc!

      Reply

  2. Miguel Lisboa Magalhães
    19 de janeiro de 2018 @ 14:49

    Muito interessante essa matéria!
    Poderia nos dar algumas dicas sobre como publicar no exterior?
    Gratos pela atenção e as otimas dicas!

    Reply

  3. Moisés Fróes
    1 de fevereiro de 2018 @ 20:42

    Ótimas dicas, sem dúvida! Fiquei feliz por conseguir responder algumas das perguntas, em outras ainda não fui muito preciso… Ando planejando o enredo já faz muito tempo e escrevendo, e agora perto do meu primeiro clímax, pensar em um publicação tanto trás animação e felicidade quanto é um pouco assustador hahaha Enfim, quem sabe um dia a própria Laura não acaba lendo algum capítulo meu? Já iria me sentir um verdadeiro escritor!

    Reply

    • Laura Bacellar
      2 de fevereiro de 2018 @ 13:35

      olá Moisés,
      se vc soube responder algumas das perguntas, está num ótimo caminho! Coragem, arrisque-se!
      E sucesso!

      Reply

  4. Weslley Rossi
    28 de abril de 2018 @ 17:53

    Olá, boa tarde

    Somente agora achei seu texto e julguei-o esclarecedor e bastante lúcido no que concerne ao mercado editorial. Agora uma dúvida, você saberia me dizer se ocorreu algum baque no mercado ou se há um período específico de recebimento de originais por editoras? Explicando… Levei em torno de dez anos para finalizar um romance, contudo, agora que fui procurar por editoras digamos que “mais notórias”, não encontrei quase nenhuma que estivesse recebendo originais. Curiosamente, eu imaginava que escrever, reescrever, corrigir e aparar arestas eram as partes mais complexas de se escrever, todavia, observo que, pelo visto, a publicação é a parte mais delicada e que demanda maior paciência.
    Por fim, gostaria de saber se, no intuito de angariar algum renome, eu deveria publicar uma obra menor, quem sabe uma coletânea de contos, tendo em vista que esse romance, que verdadeiramente seria minha primeira obra, é bastante extenso.

    Agradeço desde já

    WRD

    Reply

    • Laura Bacellar
      2 de maio de 2018 @ 21:16

      olá Weslley,
      as editoras de fato andam bem seletivas. Como o mercado anda difícil, competitivo, com livrarias fechando e o mais, elas selecionam mesmo, só aceitam o que sentem que se encaixa na linha delas.
      Se o seu romance é grandão, experimente postá-lo no Wattpad ou fazer alguma divulgação prévia. Como disse, se vc demonstra que há leitores interessados, as editoras publicam.
      Não faça contos, é muito mais difícil que livros de contos vendam.

      Reply

  5. Weslley
    3 de maio de 2018 @ 22:24

    Muito obrigado pela resposta. Eu realmente cogitei o Wattpad, no entanto, dei uma verificada lá e o nível das publicações (se me permite a observação) é muito baixo. A maioria dos textos não tem sequer coerência, tão menos cuidados no que se refere à gramática. Não sei quem lê tais histórias e nem sei como angariar leitores por lá, mas acho que em sua maioria são adolescentes. Pesquisei e descobri que algumas editoras também tornam-se resistentes ao saber que o texto já “foi postado” ainda que online, porque não é mais inédito. Enfim, agradeço mesmo pela sua resposta e pela orientação concernente aos contos. Conforme for tentarei uma publicação própria ao menos para que possa me inscrever em algum concurso, mas sei lá, pode parecer bobagem, mas acho tão “indigno” trabalhar tanto e ainda ter que pagar para ser publicado…
    Até lá, vou tentar trabalhar numa nova história, quem sabe menor. Vai que essa seja minha obra-prima e nem estou sabendo… haha
    Abraço!

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *