Laura Bacellar

Meu nome é Laura Bacellar e trabalho no mercado editorial desde 1983. Sou formada em editoração pela ECA/USP e amo livros. Para saber mais, vá na aba "Quem Somos" do menu principal.

11 comentários até agora

  1. Maria Helena Dias Pereira Mota
    6 de novembro de 2017 @ 13:43

    Oi Laura. Como vai?

    Pois é. As dicas são valiosíssimas e as comparações muito originais. Só que… a folha ou a tela em branco, são assim, como “O Bicho Papão!” Pelo menos para mim.

    Tenho muitas histórias que comecei a escrever, algumas com mais de 30 páginas. Mas chegando a um ponto, parece que há muitas encruzilhadas (estradas e caminhos que se cruzam e recruzam) e depois não sei como continuar.

    Publiquei dois livros de contos que não venderam. Estão em formato e-book e um deles também impresso. Estão em plataformas como a Grande Amazon – entre-outras – mas não vendo nada. Já publiquei nas redes sociais, mas o resultado é o mesmo. E talvez seja por isso que não me sinto motivada.

    Também já não sou jovem: 64 anos. Agora que tenho um pouco mais de tempo livre, não tenho ideias… Tinha mais ideias quando os meus filhos eram crianças, só que tinha que trabalhar a tempo inteiro. Enfim. Vou aguardando por dias melhores. Diz-se que não é bom forçar.

    Desejo-vos uma ótima semana.

    Reply

    • Laura Bacellar
      7 de novembro de 2017 @ 19:48

      Oi Maria Helena,
      Sugiro muito que vc entre em contato com pessoas diferentes do que costuma, prestando atenção nos problemas delas.
      E como falam a respeito, com o que estão aflitas. Pode dar uma olhada nas mídias sociais, os comentários no face, por exemplo, podem ser ricos em drama.
      Grupos de discussão sobre seja o que for também geral muitas frases, personagens, conflitos.
      Provavelmente vc está com falta de matéria prima, alimente-se um pouco do que está em volta. Acho que vc terá ideias.
      E se basear histórias exatamente no que as pessoas falam, reclamam, sentem, fica bem mais fácil divulgar, há gancho para chamar a atenção.
      Um abraço

      Reply

  2. Lamine ture
    8 de novembro de 2017 @ 10:01

    Olá pessoal só lamine vivo em África quer escrever um livro de um história que passo na minha vida espero ajuda de cada um de vcs obg

    Reply

    • Laura Bacellar
      17 de novembro de 2017 @ 10:42

      oi Lamine,
      vá em frente. Quanto mais vozes, quanto mais pontos de vista, tanto mais a cultura se enriquece. Escreva sim.

      Reply

  3. Valéria Pereira
    16 de novembro de 2017 @ 09:58

    Bom dia, Laura!
    Eu apreciei imensamente, as dicas extremamente relevantes que você postou. Achei, que você se comunica muito bem através da escrita, e proporciona uma incrível sensação, de que todos nós podemos alcançar os nossos sonhos, que parecem impossíveis de alcançá-lo aos nossos olhos. Para mim, foi reconfortante essa riqueza incentivadora que você distribuiu para nós, Escritores, que ainda estamos na opacidade.
    Abraços!
    VALÉRIA PEREIRA.

    Reply

    • Laura Bacellar
      17 de novembro de 2017 @ 10:39

      oi Valéria,
      que comentário gentil! Super obrigada!
      Sucesso aí, nada de opacidade, vamos para o brilho!

      Reply

  4. WAGNER SAULO CAIVALOS
    25 de agosto de 2018 @ 15:32

    Ola, gostaria de escrever coisas sobre eu mesmo , de como era , antes e depois de um acidente que tive em 2013

    Reply

  5. Fernanda D C Silva
    10 de outubro de 2018 @ 21:49

    Olá.

    Adorei seu texto, muito cheio de exemplos fáceis de assimilar. Costumo dizer que sou escritora, embora jamais tenha publicado nada na vida. Dou vida aos meus mundos desde os treze anos, mas sempre achei que minha escrita era fraca e amadora demais. Estudei, analisei e pesquisei durante anos sobre meus mais queridos autores, a estrutura que usavam, como construíam seus personagens. Hoje aos 29 anos de idade posso dizer que aperfeiçoei meu talento, comecei a escrever um novo livro, e a cada linha que se completa sinto a alegria e a empolgação por estar fazendo aquilo que amo. Ganhei reconhecimento de meus amigos, estou a orientar um deles a escrever sua própria história. Em breve sei que nós dois poderemos nos orgulhar daquilo que construímos com grande esforço, amor e dedicação.

    Obrigado por orientar novos e antigos escritores.

    Reply

    • Laura Bacellar
      11 de outubro de 2018 @ 14:00

      oba, que comentário simpático! Siga firme e forte, Fernanda!

      Reply

  6. Sueli Bertozzi
    18 de outubro de 2018 @ 17:51

    Olá gostaria de escrever sobre um romance que tenho,mas e proibido pôs a sociedade não permite pois ele é muito novo e eu mais velha .

    Reply

    • Laura Bacellar
      22 de outubro de 2018 @ 19:22

      Sueli,
      em literatura isto não é problema, mas escrever bem a história é. Leia bastante.

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *